High Line Park – Chelsea e Meatpacking District, Nova Iorque

DSC09365

Um dos pedaços mais vibrantes de Nova Iorque é o trecho que acompanha o parque High Line, que vai de Chelsea ao MeatPacking District. O parque foi implantado junto aos trilhos de uma linha férrea elevada, desativada desde 1980, com projeto de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro. Iniciativa pública e privada se uniram para garantir a sua implantação, realizada em 2 etapas.

DSC09309

A primeira seção, aberta em junho de 2009, vai da rua Gansevoort (um quarteirão abaixo da rua 12) até a rua 20. A segunda, da rua 20 à 30, foi aberta em junho de 2011. O parque é um sucesso de público e crítica! WiFi, iluminação feita com LED e mobiliário urbano de qualidade, criam espaços de convivência agradáveis, com múltiplos usos. Uma programação cultural interessante, com shows de música, aulas de dança, jardinagem e astronomia, é oferecida pela organização que administra o High Line.

DSC09328  DSC09315

Ao longo do trajeto, o parque serpenteia por entre edifícios residenciais antigos e novos projetos de grandes nomes da arquitetura mundial, como Frank O. Gehry, Jean Nouvel, Shigeru Ban e Zaha Hadid, tornando o m2 da região um dos mais caros de NY.

DSC09331

DSC09365

Galerias de arte maravilhosas, em especial entre as ruas 18 e 22, tornam o passeio pela região ainda mais interessante. Lojinhas locais cheias de charme disputam lugar nas calçadas com  algumas das marcas mais famosas e caras. Restaurantes para todos os gostos e bolsos (Spice Market, Pastis, Fig & Olive e Standard Grill, entre outros), além do delicioso Chelsea Market, convidam para um almoço ou jantar. A nova sede do Whitney Museum, projetado por Renzo Piano, também vale (muito!) a visita. Pra encerrar o passeio com chave de ouro, que tal um drink assistindo o pôr do sol na cobertura do Standard Hotel? Garanto que você não vai se arrepender!

DSC09384

Standard Hotel

DSC09383

DSC09390  DSC09396

hl1

Áreas de convivência no High Line

hl3

hl2